quinta-feira, 16 de novembro de 2006



A beleza de cada pedacinho meu pertencer à sentimentos completamentente distintos é que quando eu danço eles se juntam, e por único momento eu pertenço a algo por completo.
A dor vem do "por completo" em si: me faz tão viva que me separa do resto do mundo...

2 comentários:

langeca disse...

Sempre digo: quem dança seus males espanta! Não dá pra viver sem dançar.
Belo blog!

Otavio Cohen disse...

clap clap clap... depois comento direito