quarta-feira, 22 de novembro de 2006

NATHÁLIA E O FILÓSOFO: O ENCONTRO


Depois de querer prestar Unicamp desde os treze anos, finalmente chegou o dia.
Como treineira, mas chegou e eu já nem dormia direito.
Foi uma manhã tranqüila de The Smiths, milkshake de ovomaltine e de Ju, Drica e Djou.
Até que chegando no colégio onde seria realizada a prova, essa criatura que caiu de não sei onde, vira para trás e me olha nos olhos e vira para frente de novo.
E foi só.
Sentada na escada com uma das minhas melhores amigas a gente comenta de todo mundo por ali que tinha "cara de filosofia". É claro que ele tinha: Os cabelos longos e a barba legal... e comentamos isso. Mas foi tão estranho, foi quando realmente notei a presença daquela pessoa e ela fez diferença.
E eu chego na sala e me choco:
800 pessoas fazendo prova. Quem se senta na minha frente? Quem está tentando Filosofia MESMO? Além de novela mexicana e musical, minha vida acabou de ganhar o posto de "PARÁFRASE PIORADA DE MACHADO DE ASSIS": "Quem conhece a técnica do destino adivinha logo": era o próprio.
A única coisa que consegui transmitir foi meu meio-sorriso idiota já conformado com as ironias, que agora são confortáveis, de fato. Até engraçadinhas.
Ele começa a conversar comigo e eu me derreto.
É, acho que seria uma história de amor peculiar... A sem noção que se apaixonou no dia do vestibular por um concorrente do mesmo curso.
Mas, meus caros, a tal sem noção sou eu... então a última peculiaridade é a que mata:
EU NÃO SEI O NOME DELE.
Durante todaaa aquela conversa, risadinhas e perguntas eu não tirei 5 segundos para perguntar o nome dele.
Não olhei na carteira onde estava escrito, nem sei o número da inscrição.
Só que era charmoso, sociável, mora numa cidade próxima daqui, vai tentar UFMG, USP e Unesp além de Campinas e quer ir pra São Paulo capital, ficou surpreso quando soube que eu realmente gostava de Filosofia e perguntou se eu iria voltar pra casa ainda naquele dia, me desejando "boa sorte" com a cara mais fofa do mundo.
É, pessoa da cadeira quatro da sala 21 você não me sai da cabeça, além de parecer heterossexual... casa comigo?

3 comentários:

alter disse...

"além de parecer heterossexual"
vindo de uma bailarina, isso pode ser considerado altamente verdadeiro, pessoas.

calma, alter, vc vai encontrá-lo num café em algum dia de chuva e ele vai te pagar um chocolate quente com chantilly (só isso pra ficar mais cara de filme ainda)

=********

kleine kaugummi disse...

que fofo ^^

vai encontrar sim...

lá na mesma sala...
no mesmo curso....

ai-ai

=^.^=

Otavio Cohen disse...

hey! primeiro: maldito fim de semestre que me roubou todo o tempo do mundo.
segundo: eu queria ter falado com vc esse dia pra te dizer umas palavras de incentivo.
terceiro: por que diabos quer saber o nome dele? as coisas são mais faceis assim, nathalia, vc devia saber. Aposto q se vc conhecesse ele mais a fundo, descobriria 1001 defeitos (e se n tivesse, inventaria, porque eh o que eu faria). soh imagina que o seu nome é Celine e o dele é Ethan Hawke (esqueci o nome do diabo do filme que eu COMPREI! YEES, EU COMPREI BEFORE SUNRISE)

mas eh isso. sou eu, vivo.