sábado, 19 de maio de 2007

Jornada da Alma

Entrei lá cheia de Sabina Spielrein e saí cheia de saudade.
Entre várias palavras, espontaneamente bem cuidadas, foi tão lindo que nos abraçamos verbalmente e um quis ver o outro... me perguntei porque só fica tão claro quando ele bebe um pouco e quando eu dormi bem na noite passada. E já que sono também é entorpecente, quis muito saber porque os dois precisam de estar bêbados para pertencer.
Confessei que por vezes, queria ser uma pedra, mas ele não gostou, prefere os cometas.
Perdidos em confissões abstratas e é claro que me rendi:
Hoje quis ser o mar. Por ser um mundo que ele teme, mas que tocaria com os pés se estivesse mais perto.


5 comentários:

Otavio Cohen disse...

e enquanto estou triste, fico feliz por saber que vc está feliz. e por saber por que está feliz.

e por saber que tudo tem a ver com alguém que escreve roteiros^^

but dont u dare forgettin me

(things to tell...)

Ni disse...

E ela, cheia de alma.
Se almas pudessem dividir, tu darias metade da tua ao outro, eu sei. E se pudessem ser doadas, tu doarias. Te doarias e te abraçarias com dois braços e duas mãos e uma boca e um sorriso e vários dias, vários dias naquela doação.

Pedras não têm vida própria e cometas não podem ser pegos com as mãos. E os dois completam-se entre o céu e a terra, que um sempre tem de completar o outro.

E o líquido alcóolico faz palavra sair e noite bem dormida faz gesto sair, tudo sai - e tudo entra. Soa o mundo em volta e todas as palavras, por mais bem ditas e benditas ficam caladas, porque não há nada melhor que completar(-se) entre si. Assim, feito cometa e pedra. Feito gesto e palavra.

O querer é sozinho, dois quereres em cada canto, mas tudo pode s'encontrar. Como a pedra jogada pelas mãos de alguém alça vôo pro céu, um cometa tem todo o direito de descer e juntar querer.

Pedra não machuca e cometa não arde, é só saber juntar. E o mar... O mar foi e vai ser sempre, pra rimar, e amar.

Camila disse...

"me perguntei porque só fica tão claro quando ele bebe um pouco e quando eu dormi bem na noite passada. E já que sono também é entorpecente, quis muito saber porque os dois precisam de estar bêbados para pertencer."

sabedoria de bar serve nessas horas: "quando a bebida entra, a verdade sai."

kleine kaugummi disse...

Eu sabia que pra essa moça estar tão longe de mim é pq o coração batia feliz.

Acertei !

=*

Ni disse...

Puxa, tu é querida demais.
Puxa.

:*