segunda-feira, 11 de agosto de 2008

6 meses depois

Agora há mais sombras que luz pela sala e não é ninguém que me invade. Quem se ocupa de mim é justamente o escuro, enquanto vontade e busca de uma outra claridade, sem vínculos físicos ilusórios-porque-solitários. Me move enquanto ânsia pelo que É. Dá certeza de que essa claridade se opõe por completo a si mesmo devido somente ao lugar onde a Ânsia borbulha. E quer saber?! Em mim, borbulha no corpo inteiro.
Escuro sempre foi causa de inquietação.

Um comentário:

Thaís Nóbrega disse...

até anteontem, sentia saudades dessa inquietação.
hoje, só sinto.
na verdade, sintomuito por tê-la comigo.